Receita de peixe assado com crosta de amêndoas e salsinha

18/08/16

A gaivota determinada mergulha na águaVerde. Há um tempo para o peixeE um tempo para o pássaroE dentro e fora do homemUm tempo eterno de solidão(Paulo Mendes Campos, Pesquisa)



Meu bloguinho anda meio abandonado, por motivos alheios a minha vontade, já mencionados aqui no blog. Mas no ultimo fim de semana, a querida e generosa amiga T. me emprestou sua cozinha para um almoço. Pensem numa pessoa feliz, igual criança em loja de brinquedos, assim era eu com um fogão à disposição.
Os lindos peixinhos que estavam 'dando sopa' no mercado foram preparados no forno, resultado leve e saudável, além de delicioso. Segue o passo a passo. 

Ingredientes
4 peixes limpos, pequenos  (usei robalo, mas poderia ser pargo, anchova, carpa, dourado... )
100 g de amêndoas sem pele (ou castanha do pará)
2 fatias de pão amanhecido
1 colher de manteiga 
1 colher de azeite de oliva 
salsinha bem picada
2 limões  (para fatias, suco e raspas da casca)
sal, pimenta

Modo de fazer
Comece pela crosta: triture as amêndoas e o pão. Junte a salsinha, a manteiga e o azeite, tempere com sal, pimenta. Adicione raspas da casca de limão. Misture bem. Coloque a mistura entre duas folhas de papel manteiga e estenda com o rolo, formando uma camada fina. Leve à geladeira.
Tempere o peixe com sal, pimenta e limão. Deixe repousar alguns minutos para pegar o gosto dos temperos. 
Ligue o forno para pré-aquecer. Unte uma forma com azeite, disponha os peixes. Coloque duas fatias de limão no interior dos peixes. 
Retire a crosta da geladeira, solte das folhas de papel, corte em pedaços e disponha sobre os peixes. Não se preocupe se quebrar (se sobrar crosta, guarde para usar em outro prato, fica ótimo, por exemplo nas sobrecoxas de frango assadas). O resultado deve ficar mais ou menos como na foto que segue:



Leve ao forno ate os peixes assarem e a crosta dourar. 

Receita de sopa de abóbora com chips de presunto para espantar o frio

09/06/16


Quero que você me aqueça neste inverno e que tudo mais vá pro inferno...



O inverno ainda não começou oficialmente, mas o frio se antecipou e chegou com tudo em Porto Alegre nos últimos dias ! Para ajudar a aquecer corpo e alma, nada melhor que apelar para uma sopa quentinha.
A sopinha de abóbora ganhou aqui umas raspinhas de presunto, que valorizaram o resultado.
A sopa nem precisa receita, pois nada mais fácil de preparar: descascar um pedaco de abóbora, retirar as sementes e refogar em um pouquinho de azeite, junto com uma cebola picada. Acrescentar água ou melhor ainda, um caldo de sua preferência (se for caseiro é luxo supremo!!!) e deixar cozinhar ate amaciar. Provar para corrigir o tempero, se preciso adicionar sal. Depende de ter usado ou não o caldo já salgado.  Deixar esfriar um pouco, liquidificar e voltar à panela para reaquecer na hora de servir.
Se quiser, servir com  os chips de presunto, que são também muito fáceis de fazer: colocar fatias de presunto sobre uma folha de toalha de papel e levar ao micro-ondas por 1 minuto e meio. Verificar se estão crocantes. Se não, levar ao micro-ondas por mais um minuto. Deixar esfriar e quebrar em pedaços para servir com a sopa.

Receita de peixe grelhado na frigideira

20/05/16

Já fui embalada
Pelo canto da sereia
Levei-a para casa
Fiz filetes e papei-a
Será digestão, consciência ou razão
Que eu oiço em mim (Patinho de Borracha)






Nos seus seis anos de vida, este meu querido bloguinho nunca esteve tanto tempo sem postagens. O motivo é prosaico: por uma daquelas “acontecências” na vida da gente, no momento me encontro sem cozinha. São mudanças boas, durante um período vou me dedicar aos estudos, mas o ônus foi ficar momentaneamente sem um fogão para “pilotar”. Espero logo resolver isso e voltar aqui com mais  frequência.
O peixinho frito, que nem receita tem, saiu da cozinha num desses dias pouco tempo na cozinha mas muita inspiração. Comidinha para um, rápida e fácil, e não poderia ser mais deliciosa.


Temperei o peixe com sal, pimenta e algumas gotas de limão siciliano. Reservei por alguns minutos para “pegar o gosto” dos temperos. Aqueci em uma frigideira uma colher de manteiga com um pingo de azeite de oliva, esperei aquecer bem, coloquei o peixe  e baixei o fogo, deixando dourar de um lado. Depois, com cuidado, virei para dourar o outro lado.  De acompanhamento, tomatinhos, cebolas , cogumelos e aspargos feitos também na frigideira. E voilá, almoço express!

Grelhado de frutos do mar

09/03/16

Neste restaurante, culinária não é um casamento antigo e enfadonho. É um caso de amor apaixonado. (do filme A 100 passos de um sonho)


Em um dia de pesca boa (no balcão da peixaria ;)), trouxe camarões, vieiras, peixe e cavaquinha para o almoço. 
A cavaquinha cozinhei antes em água fervente por dois minutos, escorri, abri a casca e retirei a 'cauda'. Depois tudo foi temperado com sal, pimenta e raspinhas de limão. 



A seguir aqueci uma frigideira de fundo grosso, pincelei com azeite de oliva e grelhei tudo rápida e separadamente. Batatas no vapor, quartos de limão, um pãozinho para 'chuchar' no 'caldinho' e voilá!



Pavê de butíá

02/03/16

Vem mandacarú, abacate
Butiá, sapotí e tomate
E um pouco de amor pra essa gente
Que cresce e esquece a semente.
(Paulinho Tapajós, Bendito o fruto)



A fotinho não ficou boa, mas este pavê de butiá ficou maravilhoso.  
Foi servido como sobremesa de um almoço com amigos e não sobrou nem um pedacinho para contar a história. Um ótimo equilíbrio entre o azedinho e o doce, tudo se harmonizando na boca com o merengue e os biscoitinhos que suavizam o dourado creme de butiá. Muito bom, improviso que deu muito certo! 

Ingredientes
1 lata de leite condensado
1 caixinha de creme de leite
suco de butiá (mesma medida da lata de leite condensado)
biscoitinhos tipo champanhe
1/2 xícara de leite
3 claras
3 colheres de açúcar

Modo de fazer
Bater no liquidificador o leite condensado e o suco de butiá, pro alguns minutos, Juntar o creme de leite, bater mais um minuto. Molhar os biscoitos no leite, forrando o fundo de uma forma refratária. Colocar por cima o creme de butiá. Reservar.
Ligar o forno bem quente para pré-aquecer. Bater as claras em neve, adicionando o açúcar. colocar por cima do doce na travessa. Levar ao forno rapidamente, só para dourar as claras (cuidado, queima muito rápido, falo por experiência própria: estão vendo aqueles tostadinhos no cantinho da travessa? pois é....  hehehe).
Deixar esfriar  e levar à geladeira.  


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...